quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Esse é meu jeito. Sinto falta de quem não devo, erro mais do que aprendo. Lembro quando deveria esquecer, preciso de quem não precisa de mim. Falo quando deveria escutar, grudo quando deveria pisar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário